NIC.br

Ir para o conteúdo
16 JUN 2016

W3C Brasil e TechLeap recebem inscrições para encontro sobre pagamentos digitais


Ouricuri em Foco - 14/06/2016 - [gif]


Assunto: Pagamentos Web

Especialistas do mercado financeiro e desenvolvedores de aplicativos Web estarão reunidos em São Paulo, no dia 27/07, para discutir o tema

O escritório brasileiro do World Wide Web Consortium (W3C Brasil), hospedado pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), promove o encontro “Tecnologia, Negócios e Cidadania no ecossistema de inclusão financeira”, em parceria com a empresa de inovação TechLeap. Aberto à participação de todos os interessados, o evento acontecerá no dia 27 de julho (quarta-feira) e reunirá especialistas do mercado financeiro e profissionais de tecnologia em torno do debate sobre o impacto de novos modelos de negócios na Web no universo das finanças individuais. As inscrições estão disponíveis em: http://www.meetup.com/Fullstack-Developers-Sao-Paulo/events/231334909/.

Estarão presentes profissionais que trabalham e implementam iniciativas em áreas sob o guarda-chuva da inclusão financeira, como a interoperabilidade de sistemas, portabilidade de dados, redes e gateways de pagamentos, crowdfunding, “criptomoedas” e blockchain, plataformas p2p, assistentes digitais, educação financeira, empreendedorismo, entre outras.

Segundo Vagner Diniz, gerente do W3C Brasil, a discussão sobre pagamentos na Web surge com o crescimento gigantesco dos meios de pagamentos digitais, não só com as ‘criptomoedas’, mas também possibilidades de pagamento por meio de programas de fidelidade, do uso de diferentes cartões de crédito ou mesmo por meio de moedas sociais. “Todas essas formas são relativamente novas e têm demandado debates que envolvem temas como privacidade, segurança, redes de confiança, inclusão social e regulação. Esse evento promove discussões entre os diferentes atores do sistema financeiro brasileiro, bem como os aproxima dos desenvolvedores de aplicativos Web que tornam os meios de pagamento digitais tecnicamente acessíveis à população”, reforça.

Alain Banfi, CEO da TechLeap, também destaca que os avanços tecnológicos possibilitaram o surgimento de diversos serviços alternativos às soluções financeiras tradicionais, que vão desde novas formas de financiamento até meios de pagamento, economias e moedas paralelas. “A tecnologia permite a criação de produtos inovadores e a redução de custos e riscos relacionados aos serviços financeiros tradicionais. Cada vez mais pessoas terão acesso a estes serviços, auxiliando no aquecimento da economia e promovendo novas oportunidades. Buscamos, por meio deste evento, que todos os participantes se familiarizem com novas tendências tecnológicas, que conheçam os melhores profissionais de inovação do mercado e aprendam metodologias que permitem criar uma estratégia de negócios alinhada à nova realidade tecnológica”, comenta Banfi.

Dinâmica hackaprothon

O evento será baseado na dinâmica hackaprothon, que é dividida por fases. A primeira delas terá palestras e painéis sobre tecnologias atuais, estudos de casos, apresentação de iniciativas e soluções criadas por líderes de diferentes segmentos. Em seguida, inicia-se a etapa de trabalho conjunto, utilizando técnicas do design thinking para solucionar desafios apresentados pelas organizações presentes, com imersão prática na concepção de produto, modelagem de negócio, identificação de parcerias estratégicas, plano de implementação, validação de negócios e prototipagem de design.

Agenda
Encontro “Tecnologia, Negócios e Cidadania no ecossistema de inclusão financeira”
27 de julho (quarta-feira)
Horário: 8h30 às 18h
Local: Merkado Show
Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 583 – São Paulo, SP
Evento gratuito e aberto a todos os interessados
Inscrições: http://www.meetup.com/Fullstack-Developers-Sao-Paulo/events/231334909/.

Mais informações: contato@techleap.com.br | (11) 3386-8181

Sobre a TechLeap

A TechLeap nasceu como braço de eventos e workshops da Eokoe, uma Startup Studio. Sua missão é dar vida a projetos inovadores para gerar melhorias profundas em nossas organizações e nossa sociedade, com a colaboração e complementariedade entre tecnólogos, setor corporativo, governo e sociedade civil. A empresa promove a utilização de networking, de tecnologias e modelos de negócio com potencial de ruptura e das mais novas metodologias de trabalho para a criação de protótipos e realização de projetos em grupo, envolvendo a participação de múltiplos stakeholders. Mais informações: http://techleap.com.br/.

Sobre o escritório brasileiro do W3C

Por deliberação do CGI.br, o NIC.br agrega as atividades do escritório do W3C no Brasil – o primeiro na América do Sul. O W3C é um consórcio internacional que tem como missão conduzir a Web ao seu potencial máximo, criando padrões e diretrizes que garantam sua evolução permanente. Mais de 80 padrões foram já publicados, entre eles HTML, XML, XHTML e CSS. O W3C no Brasil reforça os objetivos globais de uma Web para todos, em qualquer dispositivo, baseada no conhecimento, com segurança e responsabilidade. Mais informações em: http://www.w3c.br/.

Sobre o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR — NIC.br (http://www.nic.br/) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil. São atividades permanentes do NIC.br coordenar o registro de nomes de domínio — Registro.br (http://www.registro.br/), estudar, responder e tratar incidentes de segurança no Brasil – CERT.br (http://www.cert.br/), estudar e pesquisar tecnologias de redes e operações — Ceptro.br (http://www.ceptro.br/), produzir indicadores sobre as tecnologias da informação e da comunicação — Cetic.br (http://www.cetic.br/), implementar e operar os Pontos de Troca de Tráfego — IX.br (http://ix.br/), viabilizar a participação da comunidade brasileira no desenvolvimento global da Web e subsidiar a formulação de políticas públicas — Ceweb.br (http://www.ceweb.br), e abrigar o escritório do W3C no Brasil (http://www.w3c.br/).

Sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br

O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. Com base nos princípios do multissetorialismo e transparência, o CGI.br representa um modelo de governança da Internet democrático, elogiado internacionalmente, em que todos os setores da sociedade são partícipes de forma equânime de suas decisões. Uma de suas formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (http://www.cgi.br/principios). Mais informações em http://www.cgi.br/.

Flickr: http://www.flickr.com/NICbr/
Twitter: http://www.twitter.com/comuNICbr/
YouTube: http://www.youtube.com/nicbrvideos
Facebook: https://www.facebook.com/nic.br
Telegram: https://telegram.me/nicbr